Menu superior

07 dezembro 2011

Haroldo Lima receberá medalha "João Mangabeira" na Assembleia

O diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo) e ex-deputado federal Haroldo Lima receberá o título de Cidadão Benemérito da Liberdade e da Justiça Social João Mangabeira. Proposta pelo deputado estadual Álvaro Gomes (PCdoB), a outorga acontece na próxima segunda-feira (12.12.11), às 9:30 horas, no plenário do Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia.
Filho de Benjamin Teixeira Lima e Adelaide Borges Lima, Haroldo nasceu em Caetité, Bahia. Em 1958, ingressou no curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal da Bahia, ocasião em que militou nos movimentos estudantis, como a Juventude Universitária Católica, União dos Estudantes da Bahia e a União Nacional dos Estudantes (UNE).
Um dos fundadores da AP (Ação Popular), movimento revolucionário armado de oposição ao regime militar, Haroldo coordenou a Comissão Nacional Camponesa, em 1969, escolhendo as futuras áreas de guerrilha. Foi um dos sobreviventes do episódio que ficou conhecido como chacina da Lapa, em São Paulo, em 15 de dezembro de 1976.
Naquele dia, o aparelho repressor do regime dos generais invadiu uma reunião do então clandestino Comitê Central do PCdoB matando três companheiros e levando à prisão outros cinco, entre eles Haroldo Lima. Deputado constituinte, apresentou cerca de 1.200 emendas ao projeto de Constituição. Depois de perder as eleições para o Senado, em 2002, foi indicado para a ANP pelo então presidente Lula.
Para o comunista Álvaro Gomes, a condecoração é também uma forma de homenagear a todos os companheiros que tiveram a vida ceifada na luta contra a ditadura militar no Brasil, em especial a quem, com a sua formação, continua contribuindo para o desenvolvimento do país.

Gilmar Medeiros – Reg. 1535-DRT-BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário